Post

Como organizar o quarto do bebê

 

Quando chegar a hora de organizar o quarto do bebê, lá pelo oitavo mês de gestação, é preciso saber de algumas coisas que nem sempre pensamos antes do bebê nascer. Praticidade, segurança e comodidade andam juntas nessa tarefa deliciosa!

Após alguns meses, é chegada a hora de organizar as coisas do bebê. A fase de pintura, papel de parede, border ou reformas em geral já ficou para trás (ufa!) e finalmente o quarto começa a ficar com cara de quarto de bebê.

Mas organizar todas as coisas é uma tarefa que precisa de um pouco de atenção, caso contrário, você corre o risco de ter que reorganizar tudo depois, porque só após a chegada do bebê é que a funcionalidade do quarto será posta à prova e nem sempre o quarto está organizado do jeito mais adequado.

Então preparamos essas dicas para você se inspirar e organizar tudo da melhor forma possível para a chegada do seu bebê!

 

Berço

 

Dependendo do tipo de berço escolhido ele poderá ter gavetas que serão úteis para guardar coisas. Você pode reservá-las para as roupas de cama, por exemplo.  Mas se não tiver, tudo bem. A cômoda desempenhará esse papel.   Se o berço não tiver bicama, provavelmente haverá um espaço embaixo dele que poderá ser utilizado com cestos de vime para guardar brinquedos.

Em poucos meses seu bebê já estará explorando tudo e brincando com eles. O kit berço é um conjunto de almofadas que é utilizado para o bebê não se machucar nas grades do berço quando estiver rolando de um lado para outro, porém, alguns especialistas não indicam o kit berço justamente pela segurança do bebê, pois há risco dele se asfixiar nas almofadas.

Tanto que hoje alguns berços vem com telas respiráveis na laterais ao invés de grades. Essa escolha fica a critério dos pais. Mas se optarem pelo kit berço, podem procurar um com almofadas respiráveis ou de rolinho, que não fica fixo no berço e pode ser retirado com facilidade.

Trocador – Pode ser acoplado ao berço ou ficar em cima da cômoda. Observações importantes: não deve ficar próximo às portas por causa das correntes de ar.  Próximo a ele deve ficar um porta fraldas de tecido (de pendurar na parede) ou uma gaveta espaçosa que contenha todos os objetos de higiene do bebê: fraldas, pomadas, escova, kit manicure, algodão, hastes flexíveis de cabeça grande, sugador nasal, soro, álcool 70 % e hidratante.

Também é mais prático ter a gaveta com as roupas da estação próximas ao trocador, para a necessidade de ter que escolher uma peça rapidamente. A almofada do trocador geralmente vem com um protetor plástico para eventuais “acidentes” na hora das trocas.

 

Organização das roupas

 

  • Separe as gavetas/armários mais próximos ao trocador para as roupas que serão utilizadas mais vezes nos próximos meses.
  • Se suas gavetas tiverem separadores, melhor ainda, pois você pode separar as peças por estação ou tipo de tecido: as mais grossas de um lado e as mais leves de outro.
  • Provavelmente seu bebê ganhou roupas de tamanho M e G, que só serão usadas quando ele tiver mais de 5 ou 6 meses. Portanto, essas roupas podem ficar guardadas numa gaveta para este fim.
  • Separe os bodies de manga curta numa gaveta e os de manga comprida em outra. Uma boa dica para gavetas pequenas é colocar os bodies enroladinhos ao invés de um em cima do outro. Desta forma, ocupa-se menos espaço.
  • Pendure os macacões/ vestidos por tamanho. Vale a pena ter cabides diferenciados para cada tamanho de roupa.  Você pode aplicar no cabide algum tecido de determinada cor para diferenciá-los, com cola quente, por exemplo.
  • Dependendo da época do ano, seu bebê terá mais roupas de frio ou de calor para uso imediato, então separe as peças para dias mais frescos das peças para dias mais quentes, como shorts, moletons, calças e deixe mais à mão as que serão mais utilizadas.
  • Ponha uma caixa de plástico ou mdf dentro de uma gaveta para guardar as meias e luvas. O mesmo vale para lacinhos para cabelo de menina. Por serem muito pequenas, essas peças podem se perder nas gavetas. 
  • Separe os sapatinhos por tamanho e guarde-os na parte debaixo do armário: os menores na frente e os maiores atrás.
  • Agora, caso não tenha cômoda e você conte apenas com um armário com prateleiras, uma boa ideia é comprar cestos quadrados (podem ser de vime, plástico, tecido, mdf) e guarda-los nas prateleiras. Eles funcionarão como as gavetas e além de ficar tudo organizado, fica muito bonito.


Itens decorativos

 

  • Se optar por colocar cortina e tapete, escolha peças que sejam fáceis de lavar, com tecidos leves, antialérgicos e de fácil instalação.
  • Bichos de pelúcia – Por se tratar dos objetos que mais concentram ácaros no quarto, os bichinhos de pelúcia devem ser lavados sempre que possível. Se no quarto do bebê tiver uma estante com porta de vidro, este é o lugar ideal para guardar os bichinhos de pelúcia. Além de evitar o contato direto com o bebê, ficará muito charmoso!
  • Quadros e quadrinhos – Muito cuidado ao pendurar esses objetos próximos ao berço! Nos primeiros meses não há problema, mas quando o bebê conseguir ficar de pé no berço, poderá alcançá-los e se machucar caso caiam sobre ele.
  • Mesa de apoio – Se o quarto tiver espaço para a mesinha de apoio ao lado do berço, saiba que ela será muito útil para colocar um abajur ou umidificador de ar.
  • Ar condicionado e ventilador de teto – São ótimos para dias de verão, pois os bebês também sofrem com o calorão. E não há nenhum problema para o bebê. Porém, a limpeza do filtro do ar deve ser feita com regularidade assim como das pás do ventilador. Outro cuidado importante é não deixar o vento direcionado para o berço.

 

Esperamos que tenha gostado das dicas! Com o quartinho arrumado de forma prática, com certeza as tarefas diárias serão muito mais fáceis e prazerosas! =D

Acompanhe todas as nossas dicas e informações também nas redes sociais!
FACEBOOK e INSTAGRAM

9 / 14